IPHAN-RJ busca ajuda para reconstrução da memória ferroviária

Uma feliz parceria entre o IPHAN e o Escritório da Rede Ferroviária Federal em Campos dos Goytacazes (URCAM) está produzindo um trabalho de identificação e digitalização de todo o rico acervo iconográfico da ferrovia na região. O primeiro lote a ser tratado é um conjunto de mais de 300 fotografias na forma de negativos em vidro, produzidos pela Leopoldina Railway por volta de 1910. O trabalho foi iniciado em maio de 2013 e em 16/09/2013 o IPHAN-RJ fez um convite à comunidade da preservação ferroviária no Rio de Janeiro para ajudar na identificação das fotografias. O primeiro encontro visando essa ajuda ocorreu em uma exposição realizada pelo IPHAN em sua sede na av. Rio Branco, da qual participaram cerca de dez pessoas ligadas ao MPF-Movimento de Preservação Ferroviária, da AFPF-Associação Fluminense de Preservação Ferroviária e da ABPF-Associação Brasileira de Preservação Ferroviaria, além de técnicos do IPHAN.

Com base na memória e no conhecimento dos presentes foram devidamente identificadas cerca de 30 fotos do total de 300. O trabalho deverá prosseguir e o IPHAN marcará uma nova sessão de reconhecimento.

Apresentação

O Movimento de Preservação Ferroviária foi criado em 1997, em Passa Quatro, MG. O professor Victor José Ferreira, com longa militância na área, liderava duas dezenas de ferroviários e preservacionistas que viam com angústia o patrimônio ferroviário ser abandonado ao saque e à ferrugem.

Leia Mais >>>

FUVI0111ADANAUL
FREE Joomla! template "Adana"
joomla 1.6 templates by funky-visions.de